Arquivos do Blog

Presos por grilagem – Diretor e funcionários do Instituto da Terra estão sendo ouvidos por possível envolvimento com quadrilha

O secretário de Estado Extraordinário de Regularização Fundiária Manuel Costa, foi ouvido e liberado nesta terça-feira da sede do Ministério Público Estadual, em Belo Horizonte. Manoel Costa, que não quis se pronunciar, prestou depoimento devido a uma arma não registrada encontrada na casa dele pela Polícia Federal durante cumprimento de mandato de busca e apreensão da Operação Grilo, realizada na manhã desta terça-feira (20) no Estado.

Ele e outras dez pessoas – dois prefeitos e oito funcionários do Instituto de Terras de Minas Gerais (Iter-MG), entre eles, o ex-prefeito de Janaúba, Ivonei Abade, estão sendo investigados pela Operação Grilo, realizada principalmente no Norte de Minas. Estão sendo cumpridos 22 mandados de busca e apreensão, dez mandados de prisão temporária, além do seqüestro de R$ 41 milhões em municípios localizados, em especial, na Região Norte de Minas. Oitenta e cinco policiais federais participam da ação.

Em Montes Claros prestam depoimento na sede da PF o diretor do Iter-MG, Ivonei Abade, ex-prefeito de Janaúba de 2000 a 2008 e suplente de deputado estadual, preso em um hotel da cidade; Evandro Carvalho, responsável pelo Iter em Rio Pardo de Minas; Maria Nilza Barbosa, do Cartório de Imóveis de Rio Pardo de Minas; Breno Rodrigues Mendes, engenheiro florestal em Taiobeiras; Douglas Moisés Quintiliano, ex-policial civil; Gilson Pereira de Freitas, preso em Curvelo, Nerval Maniolo Teixeira Oliveira e Marcos Gonçalves Machado, detido em Divinópolis. Além da casa de Manoel Costa foram cumpridos mandados em casas de Rio Pardo de Minas e apreendido um carro pertencente a um prefeito da região.

Segundo a PF, os suspeitos seriam integrantes de uma organização criminosa que vem atuando há vários anos, de forma, principalmente no Norte de Minas, patrocinando grilagem de terras públicas, posteriormente vendidas a mineradoras com o objetivo de explorar jazidas de minério de ferro recentemente descobertas. Estima-se que o volume seja de 10 bilhões de toneladas.

O grupo estaria praticando uma série de crimes, desde falsificação de documentos públicos e particulares, falsidade ideológica, corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha, e lavagem de dinheiro.  As investigações da PF apontaram ainda que as terras públicas, situadas no extremo-norte de Minas, foram supervalorizadas em razão de uma corrida do ouro – ou do minério de ferro.

Essas terras tornaram-se alvo de intensas atividades especulativo-criminosas dominadas por vários grupos e liderados, especialmente, por mineradoras, empresas de exploração florestal, cooperativas de silvicultores e por grileiros de terras que se passam por corretores de imóveis de sucesso.
ESQUEMA

O esquema contava com a participação de servidores públicos vinculados ao Iter-MG que legitimavam a posse de terras devolutas por laranjas, que jamais tinham sido proprietários ou possuidores de terras na região. A seguir, ainda de acordo com a Polícia Federal, numa outra operação fraudulenta, o agora proprietário vendia o referido título a pessoas físicas ou jurídicas intermediárias que, ao final, negociavam a terra com grandes mineradoras a preços astronômicos.

Segundo dados do Iter-MG, os municípios de Rio Pardo de Minas e Indaiabira, entre 2007 e 2010, foram responsáveis por 15,57% dos títulos distribuídos em Minas Gerais, sendo que somente Rio Pardo de Minas foi responsável por 12,85%.

A PF ainda divulgou que em apenas um dos casos sob investigação, uma mineradora, cujo nome não foi divulgado, comprou, efetuando pagamento único e em espécie, diretamente aos grileiros, vasta extensão de terras subtraídas do Estado pelo valor de R$ 41 milhões.

As diligências estão sendo feitas em Belo Horizonte, Oliveira e Divinópolis, em Rio Pardo de Minas, Salinas, Serranópolis de Minas, Taiobeiras, Janaúba, Curvelo, municípios localizados na circunscrição da Delegacia de Polícia Federal em Montes Claros. Se condenados, os acusados poderão pegar penas superiores a 30 anos de prisão.
ESCLARECIMENTO

Em nota, diretor geral do Instituto de Terras de Minas Gerais, Ivonei Abade Brito, diante da decretação de sua prisão temporária, para fins de investigação, pela juíza substituta da Comarca de São João do Paraíso, esclarece por meio de seus advogados que somente em março deste ano assumiu o cargo de diretor geral do ITER e que neste período cuidou de invalidar vários procedimentos de regularização de terras onde existia dúvida acerca da legalidade. Segundo o diretor, as supostas ilicitudes apontadas pelo Ministério Público Estadual dizem respeito a procedimentos anteriores à sua gestão no ITER e os envolvidos na supostas ilegalidades apontadas pelo Ministério Público não possuem qualquer relacionamento com seu trabalho como diretor instituto.

Ivonei Abade diz que mesmo sem a presença de advogado, posto que não foi completamente informado pela autoridade policial acerca de suas garantias constitucionais, prestou todos os esclarecimentos solicitados em seu depoimento e que tem absoluta certeza que o Poder Judiciário haverá de reconhecer a lisura de seus atos, a probidade de sua atuação, bem como responsabilizará os eventuais culpados caso se comprove as ilicitudes apontadas.

Na nota, os advogados dizem que impetrarão habeas corpus pedindo a libertação do diretor do ITER

Telecentro de Serra Nova

Rio Pardo de Minas-MG

Igreja da Matriz – Nossa Senhora da Conceição Aparecida

Rio Pardo de Minas é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. População estimada em 29.075 habitantes.

Rio Pardo possui atrativos turísticos belíssimos,como por exemplo:parque estadual de serra nova,situado no distrito de mesmo nome no município de rio pardo;cachoeira denominada sete quedas uma verdadeira obra da natureza que encanta a todos que a visitam. Recentemente, foi descoberta uma jazida de ferro e manganês que pode ser comparada ao Quadrilátero Ferrífero. Estas reservas podem mudar o perfil sócio-econômico da própria cidade e das cidades vizinhas, como PorteirinhaGrão-Mogol eSalinas, que também possuem minério em menor quantidade. Outras cidades próximas, comoSanto Antônio do Retiro,MontezumaTaiobeiras e Mato Verde também poderão ser beneficiadas com geração de empregos e renda. Como a produção requer escoamento por mineroduto ou via férrea, é bastante provável que se construa um ramal ferróviário ligando a área produtora no município ao entroncamento com a linha férrea da FCA emCatutiMonte Azul ou Espinosa, que são as estações ferroviárias mais próximas, e de lá o minério é levado ao porto de Aratu (Salvador); poderá também ser feito o escoamento através de um ramal ferroviário até o porto de Ilhéus, que não é muito viável; ou ainda, construir um mineroduto até um porto na Bahia, que é interessante economicamente, afinal a região possui rios subterrâneos que favorecem esse meio de transporte.

Atualmente, a cidade só possui uma rodovia de ligação asfaltada, a rodovia municipal Rio Pardo de Minas – Taiobeiras, que foi inaugurada em 2006. Fora isso, as estradas restantes são vicinais.

As terras do atual município de Rio Pardo de Minas estiveram ligadas, durante o século XVIII, à antiga Comarca de Sabará, depois à Comarca de Serro, e posteriormente ao município deMinas Novas. Das suas terras, desmembraram-se os seguintes município:

Igreja Matriz – Nossa Senhora da Conceição Aparecida
Praça Getúlio Vargas
Praça Getúlio Vargas
Figura – Mapa da Área Urbana de Rio Pardo de Minas  

Fonte: Setor de vigilância ambiental – Prefeitura Municipal de Rio Pardo de Minas


LEGENDA



Conjunto Habitacional


Bairro Jardim Florestal
Bairro Esplanada
Cidade Alta
Centro
Bairro JK













Localização de Rio Pardo é de Minas em Minas Gerais

Galera do Curso Técnico em Informática de Rio Pardo de Minas

Fotos

 

 

Rio Pardo de Minas

Igreja da Matriz – Nossa Senhora da Conceição Aparecida

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rio Pardo de Minas é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. População estimada em 29.075 habitantes.

Rio Pardo possui atrativos turísticos belíssimos,como por exemplo:parque estadual de serra nova,situado no distrito de mesmo nome no município de rio pardo;cachoeira denominada sete quedas uma verdadeira obra da natureza que encanta a todos que a visitam. Recentemente, foi descoberta uma jazida de ferro e manganês que pode ser comparada ao Quadrilátero Ferrífero. Estas reservas podem mudar o perfil sócio-econômico da própria cidade e das cidades vizinhas, como PorteirinhaGrão-Mogol eSalinas, que também possuem minério em menor quantidade. Outras cidades próximas, comoSanto Antônio do Retiro,MontezumaTaiobeiras e Mato Verde também poderão ser beneficiadas com geração de empregos e renda. Como a produção requer escoamento por mineroduto ou via férrea, é bastante provável que se construa um ramal ferróviário ligando a área produtora no município ao entroncamento com a linha férrea da FCA emCatutiMonte Azul ou Espinosa, que são as estações ferroviárias mais próximas, e de lá o minério é levado ao porto de Aratu (Salvador); poderá também ser feito o escoamento através de um ramal ferroviário até o porto de Ilhéus, que não é muito viável; ou ainda, construir um mineroduto até um porto na Bahia, que é interessante economicamente, afinal a região possui rios subterrâneos que favorecem esse meio de transporte.

Atualmente, a cidade só possui uma rodovia de ligação asfaltada, a rodovia municipal Rio Pardo de Minas – Taiobeiras, que foi inaugurada em 2006. Fora isso, as estradas restantes são vicinais.

As terras do atual município de Rio Pardo de Minas estiveram ligadas, durante o século XVIII, à antiga Comarca de Sabará, depois à Comarca de Serro, e posteriormente ao município deMinas Novas. Das suas terras, desmembraram-se os seguintes município:

Igreja Matriz – Nossa Senhora da Conceição Aparecida
Praça Getúlio Vargas
Praça Getúlio Vargas
Figura – Mapa da Área Urbana de Rio Pardo de Minas  

Fonte: Setor de vigilância ambiental – Prefeitura Municipal de Rio Pardo de Minas


LEGENDA



Conjunto Habitacional
Bairro Jardim Florestal
Bairro Esplanada
Cidade Alta
Centro
Bairro JK













Localização de Rio Pardo é de Minas em Minas Gerais
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.